quarta-feira, 14 de maio de 2014

48

tua língua
invade minha boca
como um pedaço de carne
procurando outro pedaço 
de carne perdido
no escuro espaço

11 comentários:

  1. Sabe o que é mais fascinante?
    Ficar sempre com aquela sensação de querer saber o que acontece adiante...
    Poucos conseguem isso, parabéns!^^
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Fiquei simplesmente sem palavras !! Muito intrigante.

    ResponderExcluir
  3. Eu também gosto de escrever poesias. Contudo, as poesias que escrevo não são tão profundas quanto as suas.

    ResponderExcluir
  4. Um adeus
    que precede um encontro;
    Aclarados cubos
    Despertam desejo;
    O fluido da vida descendo,
    gelando nossas gargantas;
    Um carro e uma porta
    Munidos de esperanças;


    O xadrez do teu corpo
    Incitando minhas escamas,
    Subindo pelas veias, pulsando
    Aquecendo meu corpo;
    Sangue que cora minha face
    E revela meus segredos irreveláveis;

    Que me perdoe a métrica,
    Pois desfaleci no verde dos teus olhos;
    Um chamado,
    Uma muda suplica;
    olhares se encontram...
    Um décimo de ar
    perdido em meio segundo;
    Com isso, voce se foi
    Dando fim ao nosso breve encontro.

    E assim, as palavras não ditas ainda sussuram em meus ouvidos os gemidos perdidos de uma noite imaginada, me deixando com o proibido e artérias dilatadas.

    ResponderExcluir
  5. Olá Johnny, escrevi um conto em sua homenagem. Gostaria de te enviar, é possível? Você tem algum email para estes casos? haha.

    ResponderExcluir
  6. Faz dois meses que não como carne, e penso em coisas semelhantes quando passo em frente a churrascarias T.T... sem ofensas

    ResponderExcluir
  7. Nao curti esse... nao passa o sentimento como os outros... Sinto um vazio, na sei. Talvez esse seja objetivo...

    ResponderExcluir